O Conselho de Ministros aprovou em 21 de fevereiro uma proposta de lei que procede à transposição para o ordenamento jurídico interno da Diretiva (UE) 2018/1673 do Parlamento Europeu e do Conselho, relativa ao combate ao branqueamento de capitais através do direito penal, e da Diretiva 2018/843/UE, do Parlamento Europeu e do Conselho, usualmente denominada como 5.ª Diretiva AML, estabelecendo medidas de combate ao branqueamento de capitais e ao financiamento do terrorismo.

semanario executivos branqueamento capitais

 

Nesse seguimento, esta formação tem como objetivo preparar os executivos das empresas para a nova realidade no que toca às futuras normas relativas ao branqueamento de capitais.

Toda a informação, cartaz e ficha de inscrição neste link.

 

Cartaz:

 

 

Conteúdo Relacionado:

NEWSLETTER JURÍDICA HPJ - Receba os nossos destaques!

OUTROS EVENTOS