Home Page Jurídica - Home Page Jurídica

Novo portal permite a pesquisa e inscrição em ofertas de formação profissional, ofertas de estágios, o sistema de notificações eletrónicas, e o requerimento do subsídio de desemprego. Outra das vantagens é a possibilidade de agendamento de atendimento presencial nos diversos pontos de atendimento do IEFP no país.

iefp

O ministro do Trabalho, Solidariedade e Segurança Social, José António Vieira da Silva, defendeu nesta segunda-feira que o Balcão Único do Emprego vai facilitar a vida das pessoas e dos funcionários dos serviços públicos de emprego.

Em Lisboa, na apresentação da medida do Simplex+, que também contou com a presença da ministra da Presidência e da Modernização Administrativa, Maria Manuel Leitão Marques, o governante destacou que esta funcionalidade permite focar “em coisas mais simples, como poder entregar um requerimento para ter um subsídio de desemprego”.

Segundo o Executivo, o Balcão Único do Emprego tem como objetivo proporcionar um serviço que permita tratar de forma integrada todas as questões relacionadas com o emprego e com a formação profissional, contribuindo para melhorar a eficiência e a qualidade do serviço prestado pelo Instituto de Emprego e Formação Profissional (IEFP).

Este projeto surge no âmbito do programa Simplex + e é o primeiro desenvolvido em colaboração com o Labx, o Laboratório de Experimentação da Administração Pública.

Vieira da Silva sublinhou que esta é “uma funcionalidade muito importante porque através desta ligação entre o Instituto do Emprego e a Segurança Social, a pessoa tem a possibilidade de prescindir de uma mobilidade forçada, podendo submeter o pedido de subsídio de desemprego online”.

O Balcão Único do Emprego tem como objetivo proporcionar um serviço que permita tratar de forma integrada todas as questões relacionadas com o emprego e com a formação profissional, contribuindo para melhorar a eficiência e a qualidade do serviço prestado pelo Instituto de Emprego e Formação Profissional.

Esta medida, conclui Vieira da Silva, traz “todas aquelas vantagens de poder, através destas plataformas, enviar certidões” e permite que estas circulem numa rede, o que “facilita a vida das pessoas e facilita muito” os serviços públicos do emprego, podendo assim dirigir mais recursos para tarefas “mais nobres e mais eficazes”.

O novo projeto permite, por exemplo, “acompanhar diretamente aquelas empresas que são grandes empregadores”, “acompanhar diretamente os desempregados de longa duração, há este conjunto de vantagens que este processo traz”.

O novo portal do Serviço Público de Emprego (IEFPonline) introduz novas funcionalidades que reúnem numa única porta de entrada ofertas de emprego, de estágio e de formação profissional.

Além disso, permite a pesquisa e inscrição em ofertas de formação profissional, a pesquisa e candidatura a ofertas de estágio, o sistema de notificações eletrónicas, bem como o requerimento do subsídio de desemprego e o agendamento prévio de atendimento presencial nos diversos pontos de atendimento do IEFP no país.

in Jornal Económico | 18-12-2018 | Ligia Simões

 

Conteúdo Relacionado:

 

NEWSLETTER JURÍDICA HPJ - Receba os nossos destaques!

banner 350 292 upt jan 2020

banner arkeyvata mar 2020

wook banner fev v2 2020

collex banner fev 2020

DESTAQUES

calendario forense hpj 2020

irs 2020 banner 350

 radar psp banner

 quizz hpj banner