novo regime processo inventario judicial notarial

Autor: Tomé d'Almeida Ramião

Editora: Quid Juris

Ano: março de 2020

Sinopse:

A Lei n.º 117/2019, de 13 de setembro, veio revogar o Regime Jurídico do Processo de Inventário (RJPI), aprovado pela Lei n.º 23/2013, de 5 de março, repondo, no essencial, e apesar das alterações substanciais que introduz, o regime do processo de inventário prescrito no anterior C. P. Civil, aí recodificando o inventário judicial. Simultaneamente, cria o regime do processo de inventário notarial, estabelecendo para ambos os processos uma tramitação unitária e mais simplificada.

O referido diploma legal estabelece ainda um regime transitório, cuja aplicação pode suscitar dúvidas de interpretação.

Como qualquer novo regime jurídico, a sua aplicação gera, não raras vezes, critérios de orientação diversos e dúvidas na sua concretização.

Com este trabalho, o autor procura contribuir para a resolução dessas dívidas, apontando caminhos e pistas para a solução de questões controversas que irão certamente surgir e encontrar respostas que mereçam o acolhimento dos aplicadores e estudiosos nesta matéria. A obra reúne, ainda, legislação e formulários.

Mais informações e aquisição do livro com Desconto e Oferta de Portes aqui:

quero saber mais

 

 

Também recomendamos sobre o mesmo tema:

Processo de Inventário Reflexões sobre o novo regime jurídico: Lei n.º 23/2013, de 5 de Março

NEWSLETTER JURÍDICA HPJ - Receba os nossos destaques!

OUTROS LIVROS - C/ DESCONTO %