Um em cada seis homens é vítima de abuso sexual antes dos 18 anos - Home Page Jurídica

Apenas 16% das vítimas homens reconhecem que sofreram estes abusos.

assedio sexual

in TSF | 19-01-2018 | Joana Carvalho Reis

A associação Quebrar o Silêncio revelou uma estimativa internacional que indica que um em cada seis homens será vítima de abuso sexual antes de atingir a maioridade.

Criada há um ano, a associação sem fins lucrativos de apoio a sobreviventes de abuso sexual revela que, nestes 12 meses, recebeu 85 pedidos de apoio, 46 deles feitos por homens que foram vítimas de abusos.

Ângelo Fernandes, fundador da Quebrar o Silêncio, disse à TSF que a maioria das pessoas não tem noção desta realidade: "Sempre que dizemos que um em cada seis homens é vítima de abuso sexual antes dos 18 anos, as pessoas ficam surpreendidas com este número"

A situação agrava-se porque apenas 16% dos homens que sofreram estes abusos reconhecem que foram vítimas. "Os valores tradicionais da masculinidade ainda estão muito presentes", aponta Ângelo Fernandes. "A educação ainda é assente na ideia de que os homens não podem chorar, não podem falar das suas emoções, os homens têm que ser fortes e têm de saber defender-se e proteger-se".

Ideias que levam a que, em média, os homens demorem 26 anos a denunciar abusos.

O fundador da Quebrar o Silêncio acredita que a associação tem tido um papel importante na divulgação do problema e defende que é preciso manter o assunto na agenda.

O recente movimento "Me Too", que levou mulheres em Hollywood a admitirem publicamente abusos sexuais, pode inspirar os homens a fazer o mesmo.

Ângelo Fernandes aponta o exemplo do ator e ex-jogador de futebol americano Terry Crews, que recentemente "reconheceu ter sido vítima de assédio sexual, em diferentes ocasiões".

"Todas as vozes que se aliem a esta causa são fortes contributos para mudar mentalidades", declarou.

 

PUB

NEWSLETTER JURÍDICA HPJ - Receba os nossos destaques!