O Parlamento prepara-se para discutir a possibilidade de alargar o tempo e as condições das licenças de parentalidade. De acordo com a edição desta segunda-feira, do Jornal de Notícias, alguns partidos querem aumentar o tempo de licença e abranger os casos adotivos e de casais do mesmo sexo.

guarda partilhada

in SIC Noticias | 22-01-2018

No caso do PAN, o objetivo é que em 2023 os pais possam estar um ano junto dos filhos e, juntamente com o Bloco de Esquerda, propõe a eliminação das desigualdades entre os vários casais.

Já o PCP propõe o aumento do tempo de licença para 210 dias.

Atualmente, o tempo está fixado entre os 120 e 150 dias.

A propostas vão ser analisadas, no Parlamento, na próxima sexta-feira.

 

PUB

NEWSLETTER JURÍDICA HPJ - Receba os nossos destaques!