Eduardo Cabrita fez "um apelo a todos os portugueses" para que a limpeza dos terrenos seja feita até março. Esta prevenção permite que os incêndios possam ser combatidos de forma adequada.

floresta

in Observador | 23-01-2018 | LUSA

As limpezas de vegetação em redor de casas e povoações devem ser realizadas até março, recordou esta terça-feira o ministro da Administração Interna, Eduardo Cabrita, apelando à prevenção para evitar os incêndios florestais.

Em Vila Nova de Poiares, um dos concelhos afetados pelos fogos de 15 e 16 de outubro, Eduardo Cabrita fez “um apelo a todos os portugueses”, incluindo autarquias, empresas públicas e privadas e cidadãos em geral, para que esses trabalhos sejam concluídos dentro do prazo.

A aposta na prevenção permite “criar condições para que os incêndios possam ser combatidos adequadamente” no futuro, sublinhou, frisando que se trata de “uma indiscutível prioridade nacional”.

O ministro da Administração Interna falava aos jornalistas, em Vila Nova de Poiares, no distrito de Coimbra, após ter presidido, nos Paços do Concelho, à cerimónia de assinatura de um protocolo para a constituição da equipa de intervenção permanente (EIP), envolvendo o município, a Autoridade Nacional de Proteção Civil e os Bombeiros Voluntários locais.

 

Recomendamos a leitura desta explicação:

Ações de manutenção de espaços rurais no âmbito do regime de defesa da floresta – Regime Especial em 2018

 

PUB

NEWSLETTER JURÍDICA HPJ - Receba os nossos destaques!