Documentos civis em inglês, francês e espanhol deixam de precisar de tradução - Home Page Jurídica

Para tornar mais simples e baratos estes actos de registo civil, o Ministério da Justiça decidiu dispensar a tradução e a certificação, desde que haja um funcionário que domine uma destas três línguas.

irn registos notariado

A tradução e a certificação de documentos emitidos num país estrangeiro e escritos em língua inglesa, francesa ou espanhola vão passar a ser dispensadas, em actos de registo civil, "sempre que o funcionário competente domine a língua em causa".

A alteração ao Código do Registo Civil, aprovada em Conselho de Ministros esta quinta-feira, 3 de Maio, está inserida no programa nacional Simplex+ e no plano estratégico "Justiça + Próxima", pretendendo introduzir "melhorias ao nível da simplificação de procedimentos e redução de custos".

Segundo a informação disponibilizada pelo Executivo liderado por António Costa, para que haja esta dispensa da tradução e da certificação "poderá ser pré-agendada, junto dos serviços de registo civil, a prática dos actos que impliquem a entrega de documentos redigidos nestas línguas".

"Esta é uma medida que simplifica os procedimentos na área do registo civil, reduzindo os custos que lhe são inerentes – nomeadamente, com traduções e certificações – e melhorando o relacionamento dos cidadãos com a Administração Pública", lê-se ainda no comunicado divulgado no final da reunião do Governo.

Desde 1 de Junho do ano passado que também as certidões de registo civil permanentes – de nascimento, casamento, óbito, declaração de maternidade e de perfilhação – passaram a estar disponíveis online. São válidas por seis meses e custam dez euros, metade do valor que pode ser cobrado pelos documentos em papel.

O plano de acção "Justiça + Próxima" foi apresentado pela ministra Francisca Van Dunem em Março de 2016, contendo 120 medidas iniciais, que assentavam em quatro pilares (eficiência, inovação, proximidade e humanização) e que seriam alinhadas com os programas de modernização administrativa, como o SIMPLEX.

in Jornal de Negócios | 03-05-2018 | António Larguesa

 

Consulte aqui o comunicado do Conselho de Ministros de 3 de maio de 2018

Comunicado do Conselho de Ministros de 3 de maio de 2018

 

PUB

NEWSLETTER JURÍDICA HPJ - Receba os nossos destaques!

OUTRAS NOTÍCIAS

INFORMAÇÃO JURÍDICA ÚTIL

banner upt set 2018 

agenda juridica 2018 promo 

calendario forense hpj 2019

DESTAQUES

simulador ss trab indep occestudante deslocado

radar psp destaquequiz destaque

acesso direito candidatura 2018crta conducao banner

LIVROS C/ DESCONTO %