Dois dos candidatos já dirigiram a Polícia Judiciária e outro foi vice-presidente do Conselho Superior de Magistratura e concorrem ambos à sucessão de discreto Henrique Gaspar como quarta maior figura da hierarquia do Estado.

supremo tribunal justica

As eleições para a presidência do Supremo Tribunal de Justiça estão agendadas para setembro e já são três os candidatos que se perfilam para o cargo. Dois deles já dirigiram a Polícia Judiciária e outro foi vice-presidente do Conselho Superior de Magistratura e concorrem ambos à sucessão de discreto Henrique Gaspar como quarta maior figura da hierarquia do Estado, avança o jornal “Público”.

Joaquim Piçarra, Manuel Pinto Hespanhol e Santos Cabral são, até ao momento, os três nomes avançados. A eleição ainda não tem data marcada, podendo entretanto surgir outros juízes interessados na corrida. Embora não apoie nenhum dos candidatos, a Associação Sindical dos Juízes Portugueses quer alguém mais interventivo no que toca à discussão pública sobre a justiça.

Manuel Pinto Hespanhol é, desde janeiro, vice-presidente do Supremo, tendo feito a maior parte da sua carreira como magistrado do Ministério Público e não como juiz. Pelo caminho foi também diretor adjunto da Polícia Judiciária. Santos Cabral foi diretor da Polícia Judiciária e foi forçado a sair pelo ministro Alberto Costa, numa altura em que o então primeiro-ministro Joseé Sócrates era investigado no caso Freeport e a Operação Furacão dava os seus primeiros passos.

Fora da Polícia Judiciária, Joaquim Piçarra foi presidente do Tribunal da Relação de Coimbra entre 2006 e 2011 e chegou depois a vice-presidente do Conselho Superior de Magistratura.

in Jornal Económico | 30-08-2018

 

Conteúdo Relacionado:

NEWSLETTER JURÍDICA HPJ - Receba os nossos destaques!