Número de cidadãos estrangeiros barrados na fronteira quase duplicou em 2018 - Home Page Jurídica

O número de pessoas barradas quase duplicou de 2017 para 2018: passou de 2157 para 3758. Em 2013, por comparação, apenas 813 cidadãos foram impedidos de entrar em Portugal.

sef

Em 2018, o Serviço de Estrangeiros e Fronteiras (SEF) barrou a entrada de 3758 cidadãos estrangeiros em Portugal, avança o “Jornal de Notícias” esta terça-feira.

Apesar de ser um valor residual face aos oito milhões de cidadãos controlados, as recusas de entrada no país têm vindo a subir nos últimos cinco anos, lembra o matutino. O número de pessoas barradas quase duplicou de 2017 para 2018: passou de 2157 para 3758. Em 2013, por comparação, apenas 813 cidadãos foram barrados.

A maioria das pessoas impedidas de entrar no país não tinham visto ou razão válida para entrar; 76% eram oriundas do Brasil.

Muitos cidadãos brasileiros saíram do país “imediatamente antes e depois da eleição de Jair Bolsonaro para a presidência”, assegura Jorge Vala, investigador no Instituto de Ciências Sociais de Lisboa.

Também no ano passado, houve um aumento do número de menores que procuraram entrar em Portugal sem estarem acompanhados por um adulto. Ao todo, foram 136 menores - mais do dobro dos casos registados no ano anterior (64).

in Expresso | 14-05-2019

 

Conteúdo Relacionado:

 

NEWSLETTER JURÍDICA HPJ - Receba os nossos destaques!

INFORMAÇÃO JURÍDICA ÚTIL

upt dez 2018

LIVROS C/ DESCONTO %

DESTAQUES

 radar psp banner

 quizz hpj banner

 guis at irs 2018 banner