Ações pendentes nos tribunais continuam a registar uma diminuição - Home Page Jurídica

O número das ações cíveis pendentes nos tribunais foi, no primeiro trimestre deste ano, o mais baixo dos últimos 12 anos, e a 31 de março estavam por resolver 138.157 processos.

sentenca tribunal

Dados Direção Geral de Política da Justiça (DGPJ) sobre a evolução trimestral das ações cíveis, indicam que, nos primeiros três meses do ano, estavam pendentes 138.157 processos, menos do que os 254.966 registados no período homólogo de 2015 e dos 284.661 no mesmo período em 2007.

Em comparação com as ações pendentes no último trimestre de 2018, registou-se um decréscimo de 7,7%, nos primeiros meses do ano.

Se a comparação for feita como número de ações cíveis pendentes nos três primeiros meses de 2018, foi registado uma diminuição de 15,6%.

Também a taxa de resolução processual mantém a tendência de aumento, situando-se nos 125,8%.

A duração média para a resolução das ações cíveis situa-se agora em 14 meses, em contraponto com os 30 meses necessários em 2007.

A estatística mostra igualmente que 224 dias é o tempo necessário (Disposition Time) para concluir todos os processos cíveis pendentes, enquanto em 2015 eram precisos 354 dias.

Tendo em conta dados sobre a duração média das ações cíveis findas nos primeiros trimestres, entre 2007 e 2019, verifica-se que esta oscilou entre os 14 e os 30 meses (no primeiro trimestre) registando-se uma decréscimo do tempo.

in Noticias ao Minuto | 14-08-2019 | LUSA

 

 

Conteúdo Relacionado:

 

NEWSLETTER JURÍDICA HPJ - Receba os nossos destaques!

INFORMAÇÃO JURÍDICA ÚTIL

banner 350 292 upt jan 2020

cursos cej 2020

calendario forense hpj 2020

banner wook 350 jan 2020

banner collex 350 jan 2020

LIVROS C/ DESCONTO %

DESTAQUES

 codigo trabalho 2019 info

 radar psp banner

 quizz hpj banner