O prazo para as matrículas no pré-escolar e 1.º ano terminou na quarta-feira, mas as renovações de matrícula podem ser feitas até 12 de julho, esclareceu o Ministério da Educação.

O esclarecimento da tutela surge no seguimento de dificuldades no acesso à plataforma online em que são feitas as inscrições, que têm vindo a ser relatadas por encarregados de educação nos últimos dois dias.

Na terça-feira, o Ministério da Educação prolongou por mais 24 horas o prazo das matrículas para os alunos do 1.º ano, devido a atrasos e problemas de funcionamento do Portal das Matrículas, que chegou a estar durante várias horas inativo.

Segundo o gabinete do Ministério da Educação, a plataforma digital registou um "afluxo extraordinário de acessos" na segunda-feira, véspera do prazo em que terminariam as matrículas para o pré-escolar e 1.º ano, apesar de 94% dos alunos destes anos já estarem inscritos.

Aqueles que não conseguiram completar a inscrição no pré-escolar e 1.º ciclo dentro do prazo previsto poderão fazê-lo presencialmente, na secretaria das escolas, refere ainda a tutela, explicando que, à semelhança de anos anteriores, essas matrículas serão aceites.

No último dia disponível para estes alunos se inscreverem online "a quase totalidade dos acessos registados foi já para renovações quando, neste caso, o prazo apenas termina a 12 de julho - as renovações do 2.º ao 12.º anos decorrem de 26 de junho a 12 de julho", refere a tutela numa nota enviada à Lusa.

Na quarta-feira, o pico de transações por segundo atingiu as 90 mil, acrescenta o ministério. O lembrete sobre o prazo para as renovações de matrícula está também em destaque no Portal das Matrículas para "dissipar eventuais dúvidas existentes, permitindo acessos mais espaçados" até ao final do período de inscrições.

in Jornal de Noticias | 02-07-2020

 

Com interesse:

Matriculas Escolares para o ano letivo 2020-2021

 

 

Conteúdo Relacionado:

NEWSLETTER JURÍDICA HPJ - Receba os nossos destaques!