A proposta do Governo foi aprovada com o voto a favor do PS, as abstenções de PSD, BE, PAN e da deputada não inscrita Cristina Rodrigue​s e os votos contra do PCP, PEV CDS-PP, Chega e Iniciativa Liberal. A deputada não inscrita​ Joacine Katar Moreira​ não votou.

parlamento

A proposta de Orçamento de Estado (OE) suplementar foi aprovada esta sexta-feira, no Parlamento.

A proposta do Governo foi aprovada com o voto a favor do PS, as abstenções de PSD, BE, PAN e da deputada não inscrita Cristina Rodrigues e os votos contra do PCP, PEV CDS-PP, Chega e Iniciativa Liberal. A deputada não inscrita Joacine Katar Moreira não votou.

A proposta, que prevê uma queda do produto de 6,9% e necessidades de financiamento extra na ordem dos 13 mil milhões de euros, tinha sido aprovada na generalidade no dia 17 de junho, apenas com os votos contra do CDS-PP, Chega e Iniciativa Liberal.

Tal como aconteceu hoje, na votação na generalidade só o PS votou a favor.

in Renascença | 03-07-2020 | LUSA

 

 

Conteúdo Relacionado:

NEWSLETTER JURÍDICA HPJ - Receba os nossos destaques!