Custas Judiciais – Registo de DUC - Home Page Jurídica

De acordo com o art.º 9.º da portaria 280/2013, o responsável pelo prévio pagamento da taxa de justiça ou de outra quantia devida a título de custas, de multa ou outra penalidade deve indicar, em campo próprio dos formulários de apresentação de peça processual constantes do sistema informático de suporte à atividade dos tribunais, a referência que consta do documento único de cobrança (DUC), encontrando-se dispensado de juntar ao processo o respetivo documento comprovativo do pagamento.

citius

Para o efeito, nos formulários das peças processuais, caso aplicável, passam a estar disponíveis campos próprios para a indicação da referência de autoliquidação (DUC), assim como para a respetiva caracterização da responsabilidade do pagamento, das partes representadas pelo mandatário.

A comprovação do prévio pagamento será efetuada automaticamente por comunicação entre o Sistema de Cobranças do Estado, o sistema informático de registo das custas processuais e o sistema informático de suporte à atividade dos tribunais.

O disposto no artigo 9.º da Portaria n.º 280/2013, na redação dada pela portaria 170/2017 de 25 de maio, aplica-se a partir de 18 de setembro de 2017 de acordo com o artigo 4.º nº 3 da referida portaria 170/2017.

Consulte aqui o comunicado.

 

Relacionado:

Regula vários aspetos da tramitação eletrónica dos processos judiciais - 2013 - Portaria n.º 280/2013, de 26 de agosto

Regulamento das Custas Processuais - Decreto-Lei n.º 34/2008, de 26 de Fevereiro

 

PUB

 

NEWSLETTER JURÍDICA HPJ - Receba os nossos destaques!

OUTRAS NOTÍCIAS

INFORMAÇÃO JURÍDICA ÚTIL

upt dez 2018

cursos cej 2019

agenda juridica versao2calendario forense 2019 versao2

LIVROS C/ DESCONTO %

DESTAQUES

salario minimo nacionalestudante deslocado

radar psp destaquequiz destaque

oe2019crta conducao banner