Adesão será voluntária e vai servir para pagar, entre outros, o rendimento social de inserção, o subsídio de desemprego e o abono de família.

administracao publica

Os subsídios e abonos de família vão poder ser pagos através de cartão pré-pago, isto se o beneficiário quiser. O objetivo é, segundo o “Jornal de Notícias”, simplificar o pagamento de mensalidades, como o rendimento social de inserção, o subsídio de desemprego ou o abono de família.

Segundo o Ministério do Trabalho, Solidariedade e Segurança Social, a adesão ao cartão pré-pago será voluntária e os subsidiários poderão optar por "continuar a receber as suas mensalidades por transferência bancária, através do IBAN disponível na Segurança Social Direta”.

A medida poderá abranger 207 mil beneficiários, mas ainda não tem data para entrar em vigor. O Governo vai investir até 825 mil euros na operacionalização do pagamento de prestações familiares e sociais através de cartões pré-pagos.

in Expresso | 16-07-2021

 

 

Conteúdo Relacionado:

NEWSLETTER JURÍDICA HPJ - Receba os nossos destaques!